ECOPOL Saúde

Segundo bloqueio orçamentário feito pelo governo no ano – Saúde e Educação são pastas mais atingidas

Conteúdo extraído de https://g1.globo.com/economia/noticia/2023/07/28/governo-detalha-bloqueio-de-r-15-bilhao-no-orcamento-dos-ministerios.ghtml?utm_source=share-universal&utm_medium=share-bar-app&utm_campaign=materias

Saúde e Educação são pastas mais atingidas por bloqueio de R$ 1,5 bilhão no Orçamento, detalha governo

Esse é o segundo bloqueio orçamentário feito pelo governo no ano. Ao longo dos próximos meses, se metas fiscais forem atingidas, verba pode ser desbloqueada.

Por Ana Paula Castro, g1 — Brasília

28/07/2023 18h38  Atualizado há 2 semanas


Ministério da Saúde e o Ministério da Educação são as pastas mais atingidas pelo bloqueio adicional de R$ 1,5 bilhão no Orçamento de 2023, informou o governo nesta sexta-feira (28).

  • A Saúde teve bloqueio de R$ 452 milhões
  • Na Educação, o contingenciamento foi de R$ 332 milhões

O bloqueio foi anunciado pelos ministérios da Fazenda e do Planejamento na última sexta-feira (21), mas o detalhamento das pastas atingidas só foi publicado hoje em edição extra do “Diário Oficial da União”.

Em maio, o governo já havia feito um contingenciamento de R$ 1,7 bilhão. Na ocasião, as pastas de Saúde e Educação tinham sido poupadas do bloqueio.

Com isso, o total bloqueado em 2023 é de R$ 3,2 bilhões (veja mais abaixo).

O bloqueio é necessário para garantir o cumprimento do teto de gastos, regra fiscal que limita a maior parte das despesas da União à variação da inflação. Essa regra ainda está em vigor neste ano.

O bloqueio é temporário. Ao longo do ano, se as contas do governo forem se ajustando às regras fiscais, a verba pode ser liberada novamente.

A equipe econômica espera aprovar, no início do segundo semestre, o projeto do arcabouço fiscal, um conjunto de ferramentas que vai substituir o teto de gastos.

O texto já passou pela Câmara e pelo Senado Federal. Mas, como foi alterado, ainda será necessária uma nova análise pelos deputados.

Bloqueio por pastas

O segundo bloqueio no Orçamento atingiu dez pastas. Veja valor bloqueado por ministério:

  • Saúde – R$ 452,024 milhões
  • Educação – R$ 332,017 milhões
  • Transportes – R$ 217,011 milhões
  • Cidades – R$ 144,007 milhões
  • Desenvolvimento e Assistência Social – R$ 144,007 milhões
  • Meio Ambiente – R$ 97,505 milhões
  • Integração e Desenvolvimento Regional – R$ 60,003 milhões
  • Defesa – R$ 35,001 milhões
  • Cultura – R$ 27,001 milhões
  • Desenvolvimento Agrário – R$ 24,001 milhões

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias

Veja também

financiamento

Financiamento da Saúde e Piso Federal do SUS

Domingueira nº 39 – Novembro 2023. Instituto de Direito Aplicado (IDISA) Conteúdo extraído de http://idisa.org.br/domingueira/domingueira-n-39-novembro-2023?lang=pt   Por Francisco R. Funcia e Lenir Santos   Não há

bloqueio de orçamento saúde