ECOPOL Saúde

Metodologias para alocação equitativa de recursos financeiros em saúde: uma revisão integrativa

Resumo

Este estudo tem como objetivo realizar uma revisão integrativa do que se tem de produção acadêmica no Brasil e no mundo acerca de experiências governamentais relativas à elaboração de metodologias para alocação equitativa de recursos financeiros em sistemas de saúde universais. Partindo da constatação de que o arcabouço legal do SUS indica que o Estado brasileiro deve elaborar uma metodologia desse tipo, buscaram-se referências e estudos em três bases de dados, tendo sido encontrados 11 artigos que respondem à pergunta de pesquisa. Os resultados finais demonstram que a elaboração de tais metodologias, por meio de métodos estatísticos e econométricos, deve levar em conta aspectos demográficos, espaciais e socioeconômicos, para que sejam definidas as necessidades de saúde dos vários grupos que compõem a população de uma região, um estado, um município. Tendo o Brasil estrutura legal que indica este caminho, e havendo várias experiências exitosas mundo afora, conclui-se que há possibilidade e viabilidade de se desenvolver uma metodologia para alocação equitativa de recursos para o SUS.
Compartilhe: